fbpx

Os ingredientes necessários para manter-se relevante no amanhã

ARTIGO SEMANA “E AGORA?” MCF Consultoria

Por Leandro Crepaldi

 

AUTENTICIDADE, VERDADE E TRANSPARÊNCIA: Foram estes os três pilares mencionados por Ferreirinha logo no início do quarto dia da semana E AGORA? LIVES INSPIRAÇÕES da MCF Consultoria. O programa foi estrategicamente desenhado como nossa maneira de contribuição para ampliar discussões de mercado em diferentes temas de grande relevância, sempre com o cuidado de promover reflexões que pudessem resultar em aprendizados para qualquer segmento de atuação.

Foi dessa forma que Ferreirinha revelou ao mercado o grande nome que manteve como surpresa durante os últimos dias: Dona Carmen Virgínia, mulher, negra, da favela, gastrônoma, pesquisadora e proprietária do restaurante em Recife – Pernambuco, o ALTAR COZINHA ANCESTRAL. Ela também é jurada dos Cozinheiros em Ação na GNT e Famílias Frente a Frente no SBT. O objetivo foi trazer um panorama sobre a comida “afetiva” e o impacto do cenário atual na atividade.

Ferreirinha iniciou o bate-papo ressaltando a admiração pelo cuidado e conscientização que Dona Carmen Virgínia vem trazendo em seus posicionamentos. A Chef relatou que “nasceu para cuidar de pessoas” e que “minha necessidade nunca pode vir à frente da saúde de meus funcionários”. Faz-se necessário pensar no outro em cada tomada de decisão. Reforçou a importância do lado altruísta, de amor, afeto e empatia de sua equipe e o quanto valoriza o fator humano antes mesmo de qualquer talento profissional. O profissional ao seu lado nunca deveria ser considerado apenas uma mão-de-obra, não há mais espaço para isso.

“Quem sou eu? O que eu quero ser na vida? Como eu quero ser vista?” Dona Carmen seguiu trazendo reflexões que devem fazem parte da vida de todo empresário. O cenário atual acelerou ainda mais mudanças que já vinham ocorrendo antes. A sociedade irá cobrar um posicionamento mais claro de todos. Qual o seu propósito? Qual a sua verdade?

Com seu restaurante fechado, a empresária optou por não trabalhar no formato delivery para não colocar em risco sua equipe, apesar de todas as dificuldades em se manter. Compartilhou a sua história de vida e os sonhos alcançados na carreira, como aparecer na televisão ou promover o último jantar no Palácio da Alvorada para a ex-presidente Dilma. Relatou ainda as dificuldades enfrentadas por sempre optar por ser TRANSPARENTE e falar com VERDADE, sofrendo bastante com o racismo e a intolerância religiosa até hoje por trabalhar com a cozinha “DOS ORIXÁS”.

Ferreirinha questionou também sobre como seria transitar entre mundos tão distantes já que D. Carmen tem um relacionamento bem próximo com muitas celebridades e pessoas da alta sociedade, apesar de ainda morar na favela. A Chef, com muita simpatia, trouxe uma frase que sua avó sempre dizia: “Procure o seu lugar”. Sua postura é de sempre respeitar, não confundir papéis, ser ela mesma independente de onde esteja, com o cuidado de nunca desejar o que é do outro.
Outro destaque na troca foi a questão do racismo e como as marcas respondem a isso. D. Carmen Virgínia relata que há grande dificuldade de rentabilização de sua exposição na mídia. Apesar de estar na TV, as marcas ainda relutam em se verem associadas a mulheres negras, fora do peso, da comunidade. É um racismo velado que muitas vezes passa despercebido de quem está do outro lado da publicidade.
A mudança aqui depende de cada um de nós para cobrar uma postura clara de empresas e marcas. Já não basta mais não ser racista. É preciso cobrar também da sociedade. A luta deve ser de todos, não só dos negros.

“A pandemia está aqui para mostrar muitas coisas pra gente, de que lado estamos e quem a gente quem ser”

Como principais aprendizados da pandemia, D. Carmen ressalta a importância de entender o impacto das ações individuais no todo. Afirma que a felicidade não se constrói sozinha. Precisamos do outro, cuidar das relações, cuidar de quem mais precisa de nós. Indo além, precisamos entender nosso papel social ao consumir marcas que tem uma consciência com o entorno, com sua cadeia de fornecedores, com seus colaboradores, com suas questões sociais.

Ferreirinha conclui dizendo “Se conseguirmos passar por essa travessia com VERDADE, TRANSPARÊNCIA E AUTENTICIDADE, o restaurante volta, a fila volta, os resultados voltam”. A escolha está nas nossas mãos.”

Definitivamente um encontro de inspiração para a vida. O cenário atual demanda de nós uma profundidade muito maior em nossas reflexões enquanto profissionais e cidadãos. Que este momento sirva para sairmos ainda mais próximos e unidos, com menos individualidade e mais coletivo.

Contact

Consulting
Camila Carmo
camila.carmo@mcfconsultoria.com.br
+55 11 3088.7258 (Extension: 110)

Training
Leandro Crepaldi
leandro.crepaldi@mcfconsultoria.com.br
+55 11 3088.7258 (Extension: 110)